Alcance sua independência financeira!

Assine Nosso Feed!

  • Receba artigos e informações valiosas para se destacar no mercado financeiro e ganhar dinheiro.
  • Fique tranquilo(a), sua privacidade será respeitada.


  • segunda-feira, 15 de outubro de 2012

    Quanto você já ganhou este ano?


    O investimento na bolsa de valores nem sempre é bem compreendido. Basta alguém ficar sabendo que você investe na bolsa para vir a pergunta fatal: - Quanto você já ganhou este ano?

    E você já sabendo para onde vai a conversa responde: 

    - Bom este ano a bolsa só está caindo, as empresas que invisto tem sofrido com a crise e bem...estou perdendo dinheiro....

    O interlocutor (não entendo como você pode perder dinheiro) com aquela cara de expert em investimentos já diz: 

    - Se você esta perdendo dinheiro não seria melhor a poupança?

    A partir dai nem adianta falar de longo prazo etc...Você já perdeu uma parte da credibilidade com seu interlocutor.

    Tenho percebido que aquela famosa experiência do famoso pesquisador Joaquim de Posada sobre obter  satisfação momentânea e ignorar o benefícios futuros está mesmo "inculcada" na mente das pessoas.

    Apesar do crescente interesse da população pela educação financeira poucos ainda conseguem enxergar os beneficios do longo prazo e de se manterem fiéis à uma estratégia de investimentos, mesmo que no curto prazo ainda não enxerguemos resultados concretos. A grande massa não consegue entender porque você fica feliz em ver a empresa que investe perder momentaneamente valor de mercado e comprar mais ações dela para aumentar sua participação aguardando resultados futuros.

    É claro que o longo prazo não se resume a comprar e comprar pura e simplesmente. Não adianta comprar qualquer coisa, temos que comprar empresas boas. Ninguém fica rico por acaso ;) Mas este imediatismo parece ser geral. Antes de estar envolvido com o mercado, quando ia perguntar sobre investimentos, quantos gerentes de banco me disseram que não era hora de investir na bolsa? Diziam:   - Esquece esse negócio de bolsa....Isso na melhor hora para entrar no mercado....

    Acredito que a grande maioria dos leitores não seja milionária. Assim temos que cultivar um investimento constante e por um longo período para atingir nossos objetivos, tendo estômago para aguentar as fases ruins (que na grande maioria das vezes são grandes oportunidades) e personalidade para não se empolgar com os "booms", onde geralmente tropeçamos.

    Não sou partidário de perder dinheiro - aliás - ninguém é, mas já vi diversos casos em que os resultados na bolsa geralmente começam a ter uma maior relevância em aproximadamente cinco anos quando já conseguimos juntar um patrimônio considerável, fizemos um preço médio e os dividendos começam a ficar maiores. É claro que estes "cinco anos" vão depender do valor investido e os resultados podem aparecer antes, mas para o pequeno investidor não tem jeito: mil reais não se transformarão em 1 milhão da noite para o dia. Deste modo, o longo prazo é nosso grande aliado.

    Para finalizar deixo abaixo um vídeo do pesquisador Joachim de Posada no TED. Já tive a oportunidade de divulga-lo no blog, mas ele é bem humorado e traz uma importante mensagem que ao meu ver deve ser sempre relembrada.

    Resumindo: as crianças eram orientadas a não comer o marshmallow que era dado à elas e aquelas que não comessem depois de um certo tempo receberiam um novo marshmellow. Quantas conseguiram freiar o impeto do imediatismo? O vídeo responderá. Elas são só crianças e pode parecer um experimento bobo, mas o comportamento acaba se incorporando à personalidade e é bastante utilizado na vida adulta.




    E você amigo leitor, já sofreu com a incompreensão de algum amigo, familiar? Como anda sua relação com o longo prazo? Conte-nos sua história! Aqui todos nós aprendemos!

    Uma excelente semana para todos!

    Créditos da imagem: http://www.freedigitalphotos.net/


    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    16 comentários:

    1. kk realmente é complicado.. quando vem falar de poupança ja vejo que não estamos falando do mesmo assunto "investimento", longo prazo então num pais imediatista como o nosso deve significar um mes.

      este assunto de imediatismo tem bastante a ver com o que o mario sergio cortella defende em não nascemos pronto.

      muito bom o post

      ResponderExcluir
    2. Rapaz,

      qdo eu estou com paciência eu falo q bolsa é longo prazo, q eu comecei há pouco tempo e tals, etc, etc

      qdo estou sem paciência, já dou logo uma patada: "Esse tipo de pergunta é típica de quem não entende nada de investimento em Renda Variável"

      Legal ver uns olhos arregalados de vez em qdo! kkkkk

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. rsrsrsrsrs...obrigado por sua participação dimarcinho! Um grande abraço!

        Excluir
    3. Eu já tô no principio de nem mais falar que invisto na bolsa, falo que esta tudo aplicado na poupança para render com segurança hehehehe
      Na ultima vez que falei que invisto na bolsa a uns 10 anos, e que agora estou com uma parte em ELPL e BB, ficou horas me questionando, que essas empresas sofreram quedas absurdas no ano, e que nunca mais vai se recuperar... fiquei de saco tão cheio do papo, que acabei com o assunto na seguinte frase: - Realmente a Eletropaulo vai acabar, ninguém mais vai usar energia elétrica em São Paulo, as industrias estão revertendo as caldeiras para o uso de carvão vegetal, e as donas de casa vão começar a usar vela nas residências, e que as linhas de distribuição vão ser retiradas e os fios exportados para a China. O cara ficou tão sem graça que sumiu por um tempo, quando ele apareceu depois de um tempo, eu falei que vendi tudo, sai da bolsa e agora só invisto na poupança, ai ele respondeu: - Agora você fez certo, a poupança é o melhor investimento, 100% seguro e livre de IR!!!
      Pensei na hora mas não questionei:
      Será que existe algum investimento 100% seguro?
      Será que a poupança é investimento ou proteção?
      Será que o Collor tomou o dinheiro da poupança?
      Será que eu sou um ET por amar a bolsa?

      Abração Rafa

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Rudi! Excelentes questões! Um grande abraço!

        Excluir
    4. Eu comecei a investir em fevereiro deste ano, março e abril foram ótimos meses, depois veio maio e junho infernal e hoje diversifiquei um pouco e está mais estável.
      Quem me perguntou (sobre o quanto eu ganhei no ano) em abril eu respondi: 20% positivo
      Quem me perguntou em junho, eu dei a besteira de responder: 10% no vermelho
      Hoje eu respondo e continuarei respondendo: NADA! Não vendi ainda.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. É isso ai Adriano! Manter uma estratégia, mesmo quando vemos parte do nosso dinheiro "ir pelo ralo" não é nada fácil. Parabéns!

        Excluir
    5. Parabens Rico, como sempre muito inteligente em suas explicações.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Obrigado pelas palavras e por acompanhar o blog Pedro! Um grande abraço!

        Excluir
    6. Sempre investi em Petrobras e Banco do Brasil, mas sem um controle rígido sobre os investimentos.
      Hoje mudei de corretora e tenho uma planilha onde controlo tudo, até as taxas de corretagem.
      Estou 8% no vermelho, em relação ao valor investido, mas não estou nem ligando. As empresas que invisto são: BBAS3, ELPL4, VALE5, ENBR3 e OIBR4. Dessas, apenas a OI está me dando retorno. A ELPL4 é o maior prejuízo. As outras estão -3% a -5%, por que vou formando um preço médio legal.
      A tendência é que, quando o mercado começar a entrar num ciclo de prosperidade, os ganhos sejam grandes, pois agora é a hora de formar preço médio bom.

      Valeu

      Jorge


      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Jorge! Obrigado por compartilhar sua experiência! Minha visão de mercado é exatamente esta. O mercado tende a ser cíclico, com altas e baixas. Assim, devemos aproveitar este mercado de baixa e comprar boas empresas, independente do valor do portfólio no final do mês. A probabilidade de sermos bem recompensados no futuro é grande. Um grande abraço!

        Excluir
    7. Eu era louco para comprar ações e tentar ganhar uma grana, em 2007 comprei vários livros e iniciei as compras, na época muitas ações valorizavam com facilidade, ganhei algum dinheirinho e investi para empresa da minha família, ganhei um pouco mais para empresa mas tivemos que parar para investir na construção do galpão "muita sorte ter parado naquele momento".

      Mas continuei investindo, vendi meu carro e apliquei tudo...em 2008 com crise e com medo de cair cada vez mais, vendi todas ações com prejuízo de 60%...foi muito rápido as quedas em 2008...minha carteira estava muito semelhante aconselhada pelos analistas de minha corretora.....

      Quero voltar a investir, principalmente focado nos dividendos, quem é empresário sabe o quanto é trabalhoso conseguir resultados positivos na ordem de 5 a 20% de rentabilidade livre, ações com dividendos tem um retorno moderado, mas se a pessoa é disciplinada e acredita no longo prazo, pode transformar esses investimentos em uma renda mensal que com certeza ajudará em outras áreas.

      Rico, ninguém fica rico por acaso..muito trabalho, dedicação, paciência e uma dose de sorte...

      Visitem minha loja...já que estamos falando $$$ comprem e me ajude a voltar investir na bolsa..rsrrs www.shopvelozminiaturas.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Samuel! Obrigado por compartilhar sua história com os amigos do blog! Infelizmente na época em questão você foi "contaminado" pela euforia do mercado. Como diz Lirio Parisoto, é nesses "tombos" que nós aprendemos. Evidentemente ninguém quer perder, mas com certeza você aprendeu bastante. Um grande abraço e um excelente final de semana, Rafael.

        Excluir
    8. Muito legal o video... estou no mercado há quase dois anos. Não realizei nenhuma perda até o momento, só lucros, no entanto minha carteira esse ano já caiu 34%. Como vislumbro o longo prazo, manterei firme o propósito de enriquecer com disciplina. Já abstraí a questão de ficar rico fazendo alguns trades no mês.
      Minha esposa não acredita muito que ficarei rico com a bolsa. Isso é difícil pra mim, pois a opinião dela é muito importante. Como investidor realmente estou sozinho, eu e Deus, pois poucos amigos investem em bolsa. Ótima matéria, como de costume.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Daniel! Esta situação em que o investidor é desencorajado por pessoas muito próximas é comum - infelizmente. Resta aquele que investe persistir e provar com os resultados no futuro. Um grande abraço!

        Excluir