Alcance sua independência financeira!

Assine Nosso Feed!

  • Receba artigos e informações valiosas para se destacar no mercado financeiro e ganhar dinheiro.
  • Fique tranquilo(a), sua privacidade será respeitada.


  • terça-feira, 27 de novembro de 2012

    Os riscos do mercado acionário


    Quem acompanha os blogs que tratam do mercado acionário ou mesmo já leu o prospecto de algum fundo de investimento já percebeu que todos sempre tem um tópico/menu denominado "Isenção de Responsabilidades" ou "Fatores de Risco". Neste post vamos entender porque estes alertas existem.


    Os textos de "Isenção de Responsabilidades" ou "Fatores de Risco" já comentados acima são praticamente obrigatórios em todo investimento ou publicação que trate de ações, visto que o mercado acionário é por natureza um mercado de risco. Não o caracterizaria como um cassino (apesar de muitos o tratarem deste modo), mas como sabemos em certas situações um decisão mal tomada pode causar "feridas" e danos financeiros que nem o tempo pode curar.

    Abaixo apresento alguns dos riscos mais importantes que o investidor está exposto no mercado acionário. Muitas destas variáveis o investidor não tem controle, porém ele pode implementar alguns meios de diminuir sua exposição à eles.

    Falência da empresa

    A falência de uma empresa listada na bolsa é um processo complicado e que muitas vezes pode complicar a vida do investidor. Se ele for dono de determinadas ações e a empresa falir existe a possibilidade dele receber algum dinheiro ao final do processo de liquidação da empresa, porém deve ficar claro que este é um processo que pode levar anos. Antes de qualquer possibilidade de recebimento, os funcionários e clientes (no caso de um banco - por exemplo) devem receber o que lhes é devido ficando o acionista no final da fila. Desse modo fica fácil projetar o quanto esse processo pode demorar.

    Daí surge a necessidade de se dar atenção redobrada à leitura dos resultados trimestrais e anuais das empresas. Vamos à um exemplo prático: 

    Todos assistimos aos problemas que o banco Cruzeiro do Sul tem passado. Apesar de seus problemas terem surgido na impressa de modo repentino, aqueles que acompanhavam o ativo e realmente estudavam seus fundamentos já podiam projetar os problemas que enfrentariam no futuro. 

    Assim, existe uma grande possibilidade de você se livrar do ativo antes que a "casa caia". Pode acontecer de você perder dinheiro, mas não terá os problemas futuros de uma empresa em processo de falência. Portanto: atenção aos resultados!

    Quedas da bolsa

    Muitos já viram os resultados de uma severa crise mundial no mercado acionário. O ano de 2011 e 2012 foram muito ruins para as ações, porém 2008 foi ainda pior.

    Um crise mundial é um risco que afeta a todos e representa um fator que o investidor também não tem controle. É nestas horas que observamos a importância de se investir somente o dinheiro que não nos fará falta no médio e longo prazo visto que nas crises pode-se ver evaporar em pouquíssimos meses uma parcela considerável do seu patrimônio que pode ou não ser recuperado na próxima euforia do mercado.

    Resta ao investidor de longo prazo e que não necessita do valor investido seguir os conselhos do Lirio Parisotto: recolher-se a posição fetal pois a porrada dói menos.

    Seguir a "manada"

    O efeito manada já conhecido da maior parte dos investidores é um grande risco para o investidor iniciante. Ao seguir a unanimidade do mercado muitas vezes acaba-se seguindo a irracionalidade do mercado e por essa irracionalidade leia-se: comprar ativos super valorizados, dicas "furadas" de investimento etc. Além disso o mercado de ações está cheio de profetas e conselheiros.

    Desconfie da unanimidade. Já dizia o ditado: se conselho fosse bom, ninguém dava de graça. 

    Liquidez

    A liquidez é também um importante fator de risco. Ao tentar vender um ativo baixa liquidez você pode ter sérios problemas e ficar dias tentando se livrar da ação. Entenda o mercado como um sistema de trocas: se tem alguém querendo vender deve existir alguém para comprar, senão nada feito.

    Relação Risco versus Retorno

    Diz a teoria que quanto maior o risco, maior o retorno e vice-versa. Este postulado não deixa de estar certo, mas deve ser muito bem dosado. Um investidor que tem duas ações na carteira tem a possibilidade de obter resultados surpreendentes se uma delas (ou as duas) tiver um crescimento espetacular, porém se uma delas falir ele perderá 50% de seu patrimônio.

    Já aquele investidor que tem 10 empresas na carteira tem a possibilidade de diluir o seu risco e se uma das empresas desta carteira falir ele perderá apenas 10% de seu patrimônio o que é bem diferente de perder os 50% do exemplo anterior.

    Como já escrevi anteriormente sou contra a hiper diversificação, mas reconheço a importância capital de uma diversificação eficiente entre empresas e setores.


    Podemos concluir que os riscos no mercado acionário existem, são muitos e importantes, porém podem ser amenizados a partir da implementação de alguns comportamentos pelo investidor.

    Exatamente por causa da existência destes riscos que os blogs, portais e revistas que tratam do mercado acionário costumam frisar (e com grande veemência) que não indicam nenhum tipo de investimento sendo que o único responsável por suas decisões de investimento é você mesmo.

    Faltam apenas 2 dias para o sorteio de um exemplar do livro "Faça fortuna com ações antes que seja tarde". Curta nosso blog no Facebook e participe do sorteio!


    Um grande abraço a todos!

    Créditos da imagem: http://www.freedigitalphotos.net/
    Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

    4 comentários:

    1. Ótimo Post.

      Quando li o que você falou sobre o Banco Cruzeiro corri para o Bastter.com para ver se ele passaria no meu filtro. Logo de cara só vi prejuízo. Nem morto entraria nesse.

      Abraços!
      Ganhando Muito

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá ganhandomuito! É isso ai, somente com uma análise criteriosa podemos nos precaver dos riscos do mercado. Um grande abraço!

        Excluir
    2. Caro Rafael!

      Gostaria de sugerir um post: comparação de vantagens e desvantagens entree ações e fundos imobiliários do BB e outros Bancos.
      Obrigado e abs!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Olá Arthur! Sugestão anotada! Um grande abraço!

        Excluir